SÍNDROME DE BURNOUT EM PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Luana Taimara Bremm, Cleia Ines Rigon Dorneles, Moane Marchesan Krug

Resumo


Nas últimas décadas, pesquisadores de várias áreas têm demonstrado preocupações com as doenças crônicas relacionadas com os efeitos do trabalho na saúde do trabalhador. Considerada o estágio mais avançado do estresse no trabalho, a Síndrome de Burnout tem afetado inúmeras profissões, principalmente aquelas que possuem contato direto com pessoas. Dentre essas profissões, pode-se citar o professor de Educação Física. Tendo em vista a importância deste tema, o presente estudo objetivou analisar a presença de Síndrome de Burnout em professores de Educação Física que atuam na região central da cidade de Santa Rosa – RS. Para isto foi realizado um estudo quantitativo, descritivo, com cinco professores da rede privada, três da rede estadual e um de ambas instituições de ensino, totalizando 9 professores. Para verificar a presença de Síndrome de Burnout foi utilizado o questionário Maslach Burnout Inventory – MBI, que avalia os sintomas de estresse docente e, o questionário de dados individuais para coletar as variáveis sociodemográficas. A partir dos resultados percebeu-se que, nas três dimensões, os sujeitos da pesquisa apresentaram algum sintoma da Síndrome de Burnout. Em geral, 33% dos professores apresentaram índice elevado de exaustão emocional, 22% apresentaram alta despersonalização e, 56,6% não estão realizados profissionalmente. Em relação a variável sexo, os resultados obtidos demonstraram uma diferença significativa, onde o sexo masculino apresentou maiores índices na dimensão da despersonalização em comparação que as mulheres. Revela-se importante estudar a saúde dos professores de forma mais abrangente, incentivar debates a respeito da atuação dos profissionais, pelo fato destes serem submetidos à más condições de trabalho e também por possuírem uma grande responsabilidade social.


Palavras-chave


Abandono docente. Síndrome de Burnout. Professores de Educação Física.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 BIOMOTRIZ

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN Online: 2317-3467
ISSN Impresso: 1679-8074